Leitura encenada de Marat ou a hora em que perdemos a cabeça

Leitura encenada de Marat ou a hora em que perdemos a cabeça, seguida por uma roda de conversa que propõe discutir a luz da atualidade brasileira os 230 anos da Revolução Francesa, que se completam em 2019. Teatro, saúde mental e a emancipação através da arte são recortes propostos para o espectador no evento Marat ou a hora em que perdemos a cabeça, que acontece dia 13 de julho na Scuola, às 20h. Baseado no espetáculo de 2006 da Nonata Cia. de Arte, o evento acontece 13 anos depois, narrando o episódio ocorrido em 13 de julho de 1793, quando Charlotte Corday apunhala Marat – editor do jornal O amigo do povo, desencadeando o período do Terror na França.

SERVIÇO
Marat ou a hora em que perdemos a cabeça – leitura encenada e roda de conversa
13 de Julho – Sábado, 20h.
Classificação: 18 anos
Ingressos: 40,00 e 20,00
Telefone: 3629.1063
Onde: Sala Pirandello, Scuola di Cultura.
Endereço: Av. Presidente Roosevelt, 1063 – São Francisco,  Niterói.

Sinopse do texto: um grupo de “doentes da alma” tenta encenar trechos de uma peça sobre o assassinato de Jean Paul Marat – líder extremista da Revolução de 1789.

FICHA TÉCNICA
Dramaturgia e encenação: Fabio Cordeiro
Elenco: Ariel Philippe, Bianca Paysan, Fabio Cordeiro e Sabrina Paraíso
Trilha sonora: Marcelo Alonso Neves
Fotos: Andrea Capella
Realização: Scuola di Cultura e Nonata Cia. De Arte

Comments are closed