Entre Nuvens e Ladrilhos

Você já viu um Teatro de Sombras?
Entre Nuvens e Ladrilhos :: Teatro de Sombras

“As sombras são misteriosas e as considero ideais para criar atmosferas de sonhos e poesia, assim como aprimorar as nossas percepções que ficam esquecidas no nosso dia-a-dia.” (LAZZARI, 2019, p. 105)

SERVIÇO:

Realização: Coletivo Paraíso Cênico
Texto: Ana Luiza Figueiredo
Temporada:domingos de novembro, 17h.
Classificação: Livre
Aproximadamente 40 minutos
Ingressos: 40,00 (inteira), 20 (meia) e 15 (lista amiga).
[para lista amiga entrar em contato: (21) 979462879]

Tem mais!! Depois do espetáculo tem um bate papo com a plateia para todas as crianças e adultos que querem entender um pouco de técnica de Teatro de Sombras.

Local: Scuola di Cultura ( Av. Presidente Rusevelt 1063, São Francisco- Niterói)

SINOPSE:

Você já assistiu a um espetáculo de Teatro de Sombras?
Uma estrada de ladrilhos, um céu cheio de mistérios e uma menina que vive despregando a cabeça do pescoço – inflada pela curiosidade, vira balão para voar entre os tesouros escondidos nas nuvens. Só que logo o tempo passa, e a menina precisa continuar seu caminho. Entre o voo e o CLIF CLOF TOCLOF dos ladrilhos, este é um convite para abraçar a leveza e se encantar com os desvios. Para todas as idades, a técnica de Teatro de Sombras Contemporâneo dá vida ao espetáculo “Entre nuvens e ladrilhos”.

RELEASE:

“Entre Nuvens e Ladrilhos” com direção de Sabrina Paraíso ficará em cartaz na Scuola di Cultura todos os domingos de novembro, às 17h. O espetáculo infanto-juvenil utiliza o teatro de sombras como linguagem cênica principal explorando recursos imagéticos bem específicos. A sonorização e música originais assinadas por Priscilla Paraiso  também é outro ponto importante para a narrativa do conto inédito de Ana Luiza Figueiredo.

A direção, a dramaturgia, a trilha-sonora, a confecção e a atuação são todas realizadas por mulheres atuantes de Niterói – Ana Luiza Figueiredo: mestre em letras, Camila Swan: bacharel em teatro, Marcia Paraiso: arte educadora e psicopedagoga, Priscilla Paraiso: mestre em música, Sabrina Paraíso: bacharel, licenciada em artes cênicas – priorizando a qualidade artística e a inovação da linguagem cênica.

A peça conta através de imagens, palavras e sons a história de uma menina que prefere sonhar e ser diferente a repetir a rotina sem graça e sem sentido em que vive a maioria das pessoas em uma sociedade que pouco reflete sobre seu tempo.

Trabalhando desde 2015 em uma pesquisa com os recursos sonoros, visuais e cênicos do teatro de sombra contemporâneo, o Coletivo Paraiso Cênico oferece ao público infanto-juvenil de Niterói uma viagem ao mundo misterioso, lúdico e poético das sombras.

COLETIVO PARAÍSO CÊNICO:
As irmãs Sabrina Paraíso e Priscilla Paraiso começaram a pesquisa com teatro de sombras em 2015 sendo membros desde então do Laboratório de Artes Performáticas da UFRJ, com orientação de Gilson Motta. Participaram da elaboração e apresentação do espetáculo “Ananse e o Baú de Histórias” como figurinista e diretora musical respectivamente além de atrizes-sombristas. Participaram do IV FIS (Festival Internacional de Sombras) e do XI FITA (Festival Internacional de Teatro de Animação) com essa peça e sentindo a necessidade de expandir a pesquisa e trazê-la para Niterói chamaram Márcia Paraiso, desenhista de silhuetas, para formarem o Coletivo.

FICHA TÉCNICA

Direção: Sabrina Paraiso.
Direção musical: Priscilla Paraiso.
Desenho de Silhuetas: Márcia Paraiso.
Texto: Ana Luiza Figueiredo.
Adaptação para o espetáculo: Coletivo Paraiso Cênico.
Confecção e Montagem: Camila Swan e Sabrina Paraiso.
Atrizes-sombristas: Camila Swan, Márcia Paraiso, Priscilla Paraiso e Sabrina Paraiso.

Apoiadores: Naturalmente Empório, Aluada Restaurante, Sweet Papel Papelaria e Kellen Travassos Salão de Beleza.

 

Comments are closed